Mokosh Fire Juniper

MOKOSH FIRE JUNIPER [4,82m]
100% algodão
257g/m2

review: From Russia with Love…
Olá! Olá! Não, não vamos falar nem de livros, nem de filmes, mas de uma marca que eu amo de paixão e que me deixa sempre com vontade de voar até à gelada e mágica Rússia dos Czares para desfilar na neve com panos lindos e fofinhos (e olhem que eu odeio neve e frio!). A Mokosh é uma marca com valores muito fortes associados a uma imagética também ela muito popular, romântica e tradicional. Na Rússia antiga, Mokosh era a deusa da fertilidade, da família e a protetora das grávidas, e portanto, não é de espantar que o middle marker desta marca seja um símbolo antigo associado à fertilidade; era desenhado e bordado em vestidos, em toalhas e conjuntos de cama, para que as famílias tivessem sucesso e prosperidade! Mais ou menos como o nosso coração…
Além disso todos os padrões criados contam uma história; têm um conceito inerente, e só por isso, para mim já são belos! Trabalham com fibras naturais e sempre com certificação Oeko Tex (havemos de falar nesta certificação num outro post) em pequenas edições muito limitadas, porque a marca gosta mesmo é de inventar combinações de materiais!

O pano que chegou ainda não foi lançado e é lindo; 100% algodão macio e suave, com as cores do zimbro maduro: um verde forte e bonito e um azul anilado muito elegante, no padrão “Fire” (fogo) onde repetições de chamas nos remetem automaticamente para as cúpulas em forma de cebola das igrejas ortodoxas russas! Foi um padrão descontinuado durante algum tempo e regressou agora, inspirado nas cores de alguns frutos e bagas!
Já vinha muito macio e adorei a textura e o toque logo que o tirei do saco.
Lavei à máquina, a baixa rotação, apesar de na etiqueta dizer que é para lavar à mão. Ficou impecável. Mesmo macio sem ainda ter sido passado.
Já que a cultura russa veio visitar Portugal, nada melhor que levá-lo a conhecer um pouco da nossa própria cultura;  por isso levamos o Fire Juniper a visitar a Casa das Histórias.
O edifício minimalista é projeto do Arquiteto Eduardo Souto de Moura. A rigidez arquitetónica do edifício, a sua simplicidade e a sua força, são o absoluto inverso do que inspira este pano! Acho que o contraste não podia ser mais interessante! Lá dentro, e para quem não conhece, temos um acervo enorme de peças de Paula Rego, uma mulher magnífica; uma referência e um verdadeiro ícone artístico.

O pano portou-se lindamente; cedeu um bocado num porte “Canguru”, mas portou-se muito bem num “Robins Hip Carry”. O tecido é suficientemente acolchoado e tem aderência suficiente e num “Front Wrap Cross Carry” não senti peso nos ombros; quando estiver quebrado deve ser um pano delicioso de usar tanto em bebés pequeninos como em maiores… especialmente em pequeninos. Ainda não é o pano mais fácil de ajustar, mas com o tempo acho que vai ser “dos tais” que quase se amarram sozinhos!
Este pano não me surpreendeu… sim, é verdade, não estou a ser má… afinal, era tudo o que eu imaginava sobre um pano da Mokosh! Obrigada Amata por nos confiares este pedaço de magia Russa!

Agora já não é segredo: vem aí um Mokosh Fire Juniper! (A sentir-me muito como “Tatiana”a espia russa do James Bond… mas em português!!)

MOKOSH FIRE JUNIPER [4,82]
100% cotton
257g / m2

Review: From Russia with Love …
Hi!! No, we´re not going to talk about books or movies, but about a brand that I passionately love and that always makes me want to fly to the cold and magical Russia of the Czars to “catwalk” in the snow with beautiful and cuddly wovens (and I hate snow and cold!). Mokosh is a brand with very strong values associated to a very popular, romantic and traditional imagery. In ancient Russia, Mokosh was the goddess of fertility and family and the protector of pregnant women, so it is not surprising that the middle marker of this mark is an ancient symbol associated with fertility; it was usually designed and embroidered on dresses, towels and bedding, so that families would have success and prosperity! More or less like our portuguese heart …
Besides, all patterns developed by Mokosh tell a story and have an inherent concept, and for that alone, they are already beautiful! They work with natural fibers and always with Oeko Tex certification (we will talk about this certification in another post) in very limited small editions, because the brand really likes to create new material combinations!

The woven that arrived is not in the market yet and is beautiful; 100% soft cotton in the colours of ripe juniper: a strong, beautiful green and a very elegant blue in “Fire” pattern where repetitions of flames automatically refer us to the onion domes of the Russian Orthodox churches ! It has been a discontinued pattern for some time and has now returned, inspired by the colours of some berries and fruits!
It was already very soft and I loved the texture and the touch as soon as I took it out of the bag.
I machine washed it in low rotation, although in the label it says that it is hand washing. It was flawless. Even soft without having been ironed.
Since the Russian culture came to visit Portugal, nothing better that taking it to know a little of our own culture; so we took Fire Juniper to visit the House of Stories.
The minimalist building is designed by the architect Eduardo Souto de Moura. The architectural rigidity of the building, its simplicity and its strength, are the absolute opposite of what inspires this woven! I think the contrast couldn’t be more interesting! Inside, and for those who do not know, we have a huge collection of Paula Rego, a magnificent woman; a reference and a true artistic icon.

The woven behaved beautifully; gave up a bit in a “Kangaroo”, but was perfect in a “Robins Hip Carry”. The fabric is padded and has enough grip and in a “Front Wrap Cross Carry” I felt no weight on the shoulders; When it gets fully broken it should be a delightful woven  to use in both small and large babies … especially in little ones. It’s still not the easiest cloth to fit, but over time I think it’s going to be one of those that almost tie themselves!
This woven did not surprise me … yes, it’s true, I’m not being bad … after all, it was all I expected from a Mokosh cloth! Thank you Amata for trusting us this piece of Russian magic!

Now it is no longer a secret: here comes a Mokosh Fire Juniper! (feeling pretty much like James Bond Tatiana… the Russian spy… well Portuguese one!!)

dsc_0168

Save

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s