Kokadi Crystal Snowflake Flip Toddler

Kokadi Crystal Snowflake Flip Toddler

review: Primeiro Amor
Já vos disse que não há amor como o primeiro?
Bem, por aqui foi o caso… no que toca a mochilas, pelo menos. Panólica assumida, como já aqui vos disse e “fanática” do babywearing, esperei até a moça sentar sozinha para começar a usar mochila.
Grande maluca, não é?
Não, nem por isso.
Então… escolha ponderada: “vou alugar antes de comprar” porque são os conselhos que se ouvem, right?
Certíssimo!
Mas por cá, a primeira que experimentei foi aquela que mais me cativava o olhar e logo me apaixonei.
Ah e tal mas afinal tu não gostas de mochilas, mas isso é só conversa ou quê?
Mais ou menos.
Esta Kokadi de cor fofinha era a que estava disponível para aluguer e foi a que me “calhou na rifa”. É que o verde-azul água (já vos disse que sou meia daltónica? não o sou na distinção de cores mas sim na catalogação e memorização) tão lindo neste tecido é ponteado por pequenos detalhes brilhantes, o 1% de poliéster que veio dar o toque meio áspero a esta mochila, que poderia ser tãaaaao macia, só para embelezar os olhos (de alguns). Sim, é um tecido lindíssimo para quem gosta de cores fofinhas com purpurina 😉Porém, e como a Kokadi não brinca em serviço, este 1% de poliéster está simpaticamente balançado com 49% de algodão e 50% de viscose de bambu, que torna não só o tecido mais suave, como muito mais respirável do que outros tecidos apenas aparentemente mais frescos, porque são mais finos.
A Kokadi Flip é uma mochila bonita de se ver, elegante, que assenta de forma harmoniosa na maioria dos corpos. A grande vantagem das Flip é que elas são feitas com os panos Kokadi, que variam tanto em composição e toque como no preço (ok, o preço pode não ser tão fixe assim). Para mim, outra das grandes vantagens é ser uma mochila fácil de ajustar, no global. Com cinto moderadamente largo, rijo e longo (sim, continuo a falar da mochila), é confortável para usar tanto à frente como nas costas. O cinto almofadado é suficientemente longo para dar um bom apoio até às costelas na maioria das pessoas, o que para usar com o bebé às costas suficientemente alto, não nos faz sentir pressão na nossa barriga. O painel é regulável em largura com velcro, no entanto, este painel não regula em altura, o que para mim é a principal limitação da Flip. A versão toddler tem duas opções para apertar as fivelas das alças: a meio do painel ou na parte inferior, para permitir passar as alças por baixo do rabinho do bebé. Ainda hoje, com a minha baby de 18 meses prefiro esta última versão, ficamos ambas mais confortáveis. Já vi, contudo, a mochila numa mãe magra e de cintura bem estreita, onde esta alça ficava a roçar nas costelas, sendo nela a opção mais confortável a de atar a meio do painel. O tamanho baby da Flip só tem as fivelas na parte inferior do painel.
Quanto às alças, são suficientemente almofadas para que eu me sinta confortável, peso bem apoiado e estável, protecção nos ombros.
Maaaaas… nem toda a gente gosta disto ou se sente confortável com alças tão almofadadas, por isso sim, importa experimentar antes de optar por uma mochila 😉

Susana Silva


Kokadi Crystal Snowflake Flip Toddler

review: First love

Have I already told you that there is no love like the first love? Well, this was happened with me… relating to SSC (soft structured carriers), at least. As an assumed wovenaholic, as I already told you, and a “fanatic” babywearer, I waited until my baby girl learned to sit alone to start wearing a SSC. Sounds mad, isn’t? No, not at all. So… I tried to choose very carefuly, and I decided to rent one before buying, because, you know, that’s what everyone tells you, right? Absolutely right! But then, I imediately fell in love with the very first one that I tried. Oh… but wait, you said you do not like SSCs, did you really meant it or what? More or less.
This so cute-looking Kokadi was the only one that was available at the time I decided to rent, so I didn´t really choose it. That lovely acqua blue-green fabric (have I already told you that I am a bit colorblind? Not that I am really colorblind, but I often have difficulties in cataloging and memorizing colors) is dotted with small bright details, the 1% of polyester that gives it a kind of rough touch, that could be so soft otherwise, just to seem more beautiful (to some, at least). Yes, it is a beautiful fabric for those who like soft colors with glitter 😉 But Kokadi really knows how to make a woven, this 1% of polyester is well balanced with 49% of cotton and 50% of bamboo viscose, which turns it softer, and more breathable than other wovens that only seem cooler, because they are thinner and softer.
The Kokadi Flip is a beautiful, elegant looking SSC that sits harmoniously on most of the bodies. The great advantage of Flip is that they are made with Kokadi woven wraps, which vary both in composition and touch, as in price (ok, the price may not be so cool). For me, another great advantage is being an easy-to-adjust SSC, on a global basis. With a moderately wide, stiff and long waist belt (yes, I’m still talking about the SSC), it is comfortable to wear both front and back. The cushioned waist belt is long enough to give a good support in the ribs, in most people, which to carry the the baby in the back sufficiently high, it does not make us feel any pressure on our belly. The panel is adjustable in width with velcro, however, the panel does not regulate in height, which for me is the main limitation of Flip. The toddler version has two options for tightening the strap buckles: in the middle of the panel or at the bottom, to allow the straps to pass under the baby’s bottom. Even today, with my 18mo baby, I prefer this last option, I find us both more comfortable. However, I have seen Flip in a lean, narrow-waist mother, to whom this straps was rubbing against the ribs, and making that the most comfortable option was to attach the straps in the middle of the panel. Flip’s babysize only has the buckles on the bottom of the panel.
As for the shoulder straps, they are sufficiently cushioned so that I feel comfortable enough, a good weight support and stability, and protection on my shoulders. Buuuuut … not everyone feels comfortable with shoulder straps so padded, so yes, it is important to try it before choosing a SSC 😉

Susana Silva

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s