Maisaa Slings Rhombi Crimson

MAISAA SLINGS RHOMBI CRIMSON [4,81m_T6]
68 cm de largura | 285 g/m2
76% algodão, 24% linho

Olá a todos,

Ultimamente vejo os panos viajantes como um tema polémico (não gosto muito de conflictos por isso provavelmente arrependo-me assim que carregar no botão de “publicar”), mas a verdade é que um #panoviajante pode ser visto de várias formas.
Há quem critique as viagens que vêm das marcas com hastahgs encomendadas, porque pode ser visto como #publicidade encomendada, se bem que é difícil negar a utilidade de uma hashtag para encontrar posts relacionados com o tema (permite à organização da viagem encontrar spam muito mais facilmente).
Há quem exija para além de feedback, um conjunto de outros requisitos para se participar na viagem organizada, como participação em websites, blogs e reviews, assim toma lá dá cá, um “pagamento” pela oportunidade de experimentar o pano, oportunidade pela qual estamos sempre todos gratos.
Mas ainda há marcas que aquilo que querem é dar a conhecer os seus panos e receber reviews honestos sobre eles; quem precise de ajuda para quebrar um pano; ainda há pessoas que organizam viagens numa onda pura de solidariedade para partilharem com outras, algo que estas nunca poderiam experimentar sem esta oportunidade.
Pessoalmente, eu gosto desta versão mais naif, gosto de pensar que as marcas têm direito a pedir um hashtag ou outro para conseguirem seguir o spam aos seus panos, (gosto de pensar que spam é o mínimo que posso fazer para agradecer a oportunidade) e gosto de pensar que esta comunidade tem pessoas fantásticas, que partilham, sem exigências, panos que eu realmente não poderia experimentar de outra forma.
O review de hoje, é sobre uma viagem azarada.
Seja porque ando a participar em mais viagens, seja porque há mais viagens, ou seja  apenas porque estou mais atenta, vejo mais “azares” acontecerem com panos: viagens interrompidas para “reparações”, viagens atrasadas por problemas no envio, viagens canceladas… acho importante tratar melhor o pano viajante que não é meu, que os meus, há tantas viagens, que ficaram banais, e nem sempre as pessoas que os recebem lhes dão o devido valor.
No entanto, é importante ressalvar que azares acontecem a qualquer pessoa, mesmo com todos os cuidados. Infelizmente há mesmo momentos de azar… Esta viagem, esta bate recordes de falta de sorte!
Só o facto desta viagem continuar é uma prova do amor ao babywearing da sua organizadora, e de que esta é uma das BOAS viagens que ainda há, feita com BOAS intenções. Eu, provavelmente teria este pano em casa fechado a 7 chaves, depois de tudo o que aconteceu.
Imaginem-se a organizar uma viagem que é interrompida após a primeira semana por danos num pano, coisas que acontecem, mas mais graves que o normal, o pano terá de ser cortado e por ser uma viagem ao abrigo de uma embaixadora da marca, o pano foi devolvido à marca para avaliação e reparação. Mesmo assim, arriscam, e enviam um segundo pano em viagem, e na primeira semana desse segundo pano, segunda semana da viagem, a comunicação desaparece, o pano fica “desaparecido em combate” e foram necessários esforços Herculeanos desta comunidade inteira, para o reaver. Mais uma vez mostrando o que há de bom nesta comunidade unida o pano foi reavido.
Reavido e em bom estado, afinal este pano tinha sorte. Havia mais que justificação para que esta viagem fosse parada, mas continuou e eu só tenho a agradecer. Eu, e toda a gente que teve a oportunidade de o experimentar.
Pedi logo se poderia fazer review, antes sequer de saber se o pano merecia. O pano merece, mas a organizadora também! Obrigada Renata!!!

maisaa_0 (65).jpg

review: Viagem azarada, pano com sorte?

Esteticamente este Maisaa Slings Rhombi Crimson é lindo, o padrão geométrico dos Rhombi fica bem em praticamente todos os esquemas de cor, cria profundidade em ilusões de óptica, proporciona a ideia de volume e de 3 dimensões quando conseguimos ver cubos sobrepostos. As cores caiem que nem uma maravilha, ele não é vermelho, não é rosa, é a cor daquele batom sexy que nunca tenho coragem de usar. Não tem lado errado, podemos usar de qualquer um e brilha em portes que mostram ambos pelo contraste que cria. Não tem grande brilho, não precisa, deixou-me com um brilhozinho nos olhos, deixou-me, como o nome da marca preconiza, a andar (carregando) com orgulho (walking with pride).
O toque, bem a primeira coisa que me veio à cabeça ao tocar neste pano é aquela expressão “primeiro estranha-se, depois entranha-se” conhecem? Este pano tem 24% de linho, mas o toque deste pano não é nada como os outros panos com linho nos quais já toquei, bem sei que escrever neste blog que o linho é macio é pecado capital, e não era, não era macio, era suavemente estranho, só de lhe tocar nunca diria que este pano tinha linho. Quebradinho, quebradinho, este Maisaa tem um toque suave, aprazível, confortável, almofadado. Contudo, sensação de “estranhar” continua: este pano tem uma textura voluptuosa, é volumoso. Costumamos “pregar” que o linho faz bons panos para o Verão (e faz), este pano pareceu-me bom para tudo, menos talvez para um Verão muito quente. Pode ser pessoal, pode até ser hormonal, talvez porque chegaram os primeiros dias de calor ao Algarve, mas senti este pano quente, não o achei fresco.
Provavelmente pela textura do linho, este pano “desfia” um pouco, cria “nubs”. Vinha com registo de pulls (da última tester) mas não eram, era ele, a largar fibras, em fios que continuavam intactos e com a tensão certa, todos esticadinhos, por baixo dessa fibra, na malha. Já vi pulls, já vi borbotos, isto é outra coisa, descobri que são “nubs” de linho, mas não afectam em nada a qualidades do pano.
maisaa_0 (1).jpg
Ao entrarpar, a primeira coisa que notei foi a diagonal, este pano tem uma diagonal grandeeee, estica mesmo. Talvez por isso faça portes tão bonitos, facilita o ajuste. Confesso que sou um pouco preguiçosa no que toca a ajustes milimétricos (somo ambos, eu e bebé impacientes – fico sempre muito impressionada, quando vejo vídeos de um porte e a pessoa ajusta faixa-a-faixa, quase fio-a-fio – Mãe ao Cubo  – admiro-te muito!). Mas por ser preguiçosa e apressada gosto de panos que perdoem um ajuste mais rápido, e este pano, com esta diagonal, permite-me ser perfeccionista e/ou trapalhona.
Ele escorrega um pouco se não tivermos cuidado, mas se o ajustarmos como um conjunto, o problema não existe. Lá está, é um pano que dirfarça quando sou trapalhona, é um pano para adorar.
Devido a elasticidade da diagonal, este pano tem um bocado de bounce, mas não afecta em nada o conforto nem o suporte. Ambas qualidades bem presentes neste Maisaa. O conforto é fantástico, os meus ombros adoraram este pano, o suporte é óptimo, mesmo no meu bebé que já tem mais de 1 ano.
Fiquei com uma dúvida neste pano. A fantástica embaixadora Renata, enviou com ele um conjunto de argolas para quem quisesse fazer acabamentos (sim tivemos direito os mimos todos), senti que ele escorregava um pouco nas argolas. Já ouvi dizer que isso acontece mais nas argolas brilhantes que nas matte, nunca testei, ficará para uma próxima (foram as primeiras argolas brilhantes que usei). Mas sim, quando o usei com argolas, senti necessidade de reajustar. No entanto, não há necessidade de argolas para terminar o porte, que foi onde as usei. Podemos usá-las apenas para embelezar, visto que este pano é muito fácil de amarrar e de dar o nó duplo, não tem qualquer problema.
Em suma gostei imenso de experimentar este pano, fiquei curiosa para conhecer mais panos da Maisaa, só não tenho a certeza se este será fresco o suficiente para o nosso Verão.

Rita Andrade


MAISAA SLINGS RHOMBI CRIMSON [4.81m_size 6]
68cm wide | 285 GSM
76% GOTS Certified Organic Super Combed Cotton, 24% European linen

Hi everybody,

Lately I see travel wraps in Portugal as a sensitive subject (I am not a fan of conflicts so I will probably regret as soon as I press “publish” on this post), but the truth is a travel wrap can be viewed in many different lights.
There are those who criticize travels with recommended hashtags, because they sound like forced free advertisements, although it is pretty hard to deny the usefulness of hashtags to keep track of posts related to the wrap (in my eyes it allows the travel organizer to find the wrap spam much easier).
There are those who request, besides positive feedback, a set of other demands, like participation in websites, blogs, written reviews and such, like a two way deal, as a “payment” for the opportunity to try the wrap, opportunity for which we are always thankful.
But there are still brands that only want to make their wraps known, and receive honest reviews on them. People who only want help breaking in their own wraps. And people who organize travels in a pure solidarity babywearing love sharing, to allow others to try out wraps we would never be able other way.
Personally, I prefer this naïf version. I like to believe brands have the right to request a hashtag to follow their wraps’ spam (I also like to think spam is the least I can do to thank them). And I like to think this community has great people, who share, without requests or demands, wraps I really could not try other way.
Today’s review is about an unlucky travel.
Either because I am participating in more wrap travels, because there are more wrap travels happening in Portugal, or even just because I am more aware, I have been seeing more “unlucky” travels: delayed travels because the wrap needs to be repaired, or because there are shipping problems; cancelled wrap travels… I think it is important to treat travel wraps better than my own. Nowadays there are so many travels that they became ordinary, and not always does the wrap receiver fully knows the wrap value, or fully appreciates it.
There are, however true unlucky moments, that can happen to anyone even with all the possible care in the world. Unfortunately these unlucky moments happen… But this travel, wow it could go on the unlucky records!
The fact that this travel continues is the proof of how much babywearing love its organizer shares, and that this is one of the good travels, with good intentions. If it were me, after all that happened, I would lock this wrap in my house and hold the keys:
Imagine yourself organizing a wrap travel that you are forced to interrupt after the first week due to wrap damages, these things happen, but it was serious and the wrap went back to Maisaa for evaluation and maybe cutting. So this ambassador had to send the wrap back to the brand she represents. Although that happened, she sent a second wrap to continue the travel, and on the first week of that second wrap, all communication is lost, the wrap was, for a while “mission in action” (I never saw such a thing before). It took all this community’s love, share and efforts to get this wrap back, showing again how good babywearing communities are.
The wrap was back, no damage what so ever, and the travel was back on track, maybe after all it went through this wrap is indeed lucky. In my eyesight there were more than reasons to stop and cancel this travel, but the Portuguese Maisaa ambassador wanted to keep it going not to punish the rest of us, I can only thank her. Me and all the travel participants who got to try out this beauty.
I asked if I could review it on this blog even before I tried it, Even before knowing how the wrap was. Now I tried it, I know of course the wrap deserves a great review, and so does the lovely Maisaa ambassador. Thank you Renata!!!

maisaa_0 (59).jpg

review: Unlucky travel, lucky wrap?

Aesthetically this Maisaa Slings Rhombi Crimson is gorgeous, the geometric pattern gives it depth through optic illusions, you can see 3D cubes, and it is nice in almost all colour schemes. This crimson colour fits like a glove, it is not red, nor pink, it is that sassy lipstick colour I am never bold enough to use. There is no wrong side, you can use it both sides out (I did). This wrap will shine on carries the show off the contrast of both sides. The fabric doesn’t have a lot of shine, but left me glowing while using it, just like the brands name means, it left me “walking with pride”.
The feeling when first touching this wrap was a bit off. Not exactly was I was expecting. This Maisaa Slings Rhombi Crimson has 24% linen, but the touch of the wrap is nothing like other linen wraps I wore. I know that writing in this blog that linen is soft is like a capital crime, and it wasn’t exactly soft, it was softly strange, I would never guess the blend by touch. Really well broken in, this Maisaa has a smooth touch, pleasant, comfortable and cushy. However, that strange feeling doesn’t end: with a voluptuous texture this wrap has volume. We usually say linen makes great Summer wraps (and it does), but this wrap felt good for almost anything, except a hot Summer. It may be personal, may be hormonal, maybe it was because I tested it during the first hot days this year, first year heat in Algarve, but I felt this wrap as hot, not fresh.
Maybe due to the linen texture, this wrap creates nubs, it came with pulls record from the last tester, but they weren’t exactly pulls, the thread continued nicely and firmly beneath, but at the surface it was releasing fibers, nubs, that didn’t affect the wrapping qualities at all.
maisaa_0 (9).jpg
When wrapping, the first thing I noticed was the stretch. This wrap has a big diagonal. Maybe that’s why it makes such nice carries, it promotes and enhances adjustments. I confess I am a bit lazy when it comes to millimeter adjustments (both me and my baby we are a bit wrapping impatient – I am always hugely impressed by tutorial videos, when someone is adjusting really carefully not only strip by strip, almost thread by thread – Mão ao Cubo – I really admire you!). So because I am sluggish I really like more forgiving wraps, that allow faster adjustments, and with this diagonal, this wrap, allows me to be either perfectionist, or lazy.
If we are not careful this wrap may slip a bit but if we adjust as a piece, together, there is no such problem. It is a wrap that disguises laziness, a wrap to love. Due to the diagonal stretch there is a bit of bounce, but good bounce, nothing that affects neither comfort not support. Both these wrapping qualities are present in this Maisaa. The comfort is amazing, my picky shoulders loved it, and the support it great, even with my 1 year old baby.
I was left with one doubt regarding this wrap, The fantastic Portuguese Maisaa ambassador Renata, sent a pair of rings with it, so we could try fancy finishes (yes we were spoiled by her), but when using them I felt the wrap slip, I felt the need to readjust. I have heard this happens more with shiny rings than with matte ones(I had never wore shiny rings before, it was a first), I should have compared (my rings are matte), but I didn’t, maybe in a next time. Nevertheless you can use them just for fancy carries and not exactly to finish the carry. This wrap makes easy double knots, so no need to use rings to finish the carry.
Overall I really enjoyed this Maisaa Slings Rhombi Crimsom. I am curious to know more Maisaa wraps, I am just not sure if this linen blend is fresh enough for our hot Summer.

Rita Andrade

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s